7 fatos que nunca te contaram sobre a virgindade

Falar sobre virgindade nunca foi um assunto simples, e se hoje em dia a virgindade é um assunto delicado, no passado então, não podia nem comentar sobre isso. Se uma mulher era virgem até o casamento, era sinal de grande dignidade, pureza e respeito, mas, se ela não tivesse esse grande tesouro guardado para presentear o seu marido, as coisas mudavam de figura e poderia haver punições severas para ela.

Se antes existia pressão para que as pessoas mantivessem a sua virgindade, especialmente no caso das mulheres, hoje em dia, a pressão é para que os virgens, deixem de ser virgens. Ou você vai me dizer que nunca conheceu nenhum garoto que enfrenta “bullying”, por nunca ter ido para cama acompanhado antes.

Sete fatos que nunca te contaram sobre a virgindade

Número 1: Brasil desinibido

Para abrir a nossa lista não poderia ser com um fato menos polêmico, o Brasil está em segundo na classificação dos países em que a população perde a virgindade mais cedo, a média de idade é de 17,4 anos, ficando atrás apenas da Áustria com 17,3. Por outro lado, apesar da precocidade, os jovens brasileiros usam cada vez mais preservativos, e aparece em sétimo lugar neste quesito.

Outro dado significativo é que 80% dos brasileiros, guardam boas lembranças da relação sexual e, faz com que o país apareça em primeiro lugar neste quesito.

Número 2: adolescência à flor da pele

Já que nós estamos falando sobre a fama dos brasileiros, como amantes, então escuta só essa. Segundo uma pesquisa realizada pela Unesco, os garotos brasileiros começam as suas atividades sexuais bem cedo entre 13 e 14 anos, já as meninas entre 15 e 16. Já os americanos estão com a média de 17 anos e os franceses entre os 18. O levantamento entrevistou mais de 16 mil estudantes de escolas públicas e privadas, entre 10 e 24 anos em vários estados do país. Além dos alunos a pesquisa se preocupou em ouvir quase 5 mil pais e 3 mil professores de ensino fundamental e médio.

Número 3: mancha no lençol

Mancha no lençol

Um costume para lá de indiscreto tomou conta do Brasil no século XIX. Após a primeira relação sexual depois da cerimônia do casamento, o pai da noiva orgulhosamente apresentava um lençol sujo de sangue para a sociedade, como prova da virgindade da filha, era uma questão de honra. Esse hábito já era algo antigo, que surgiu em Roma no século II antes de Cristo. Por muito tempo, quando uma moça se casava o lençol da primeira noite era exposto, para comprovar a sua castidade até aquele dia. Se, por outro lado, o pano não sujasse ela seria marginalizada pela família e pela sociedade.

Se você já assistiu à novela O Clone, você vai se lembrar bem dessa cena que mostra exatamente isso. Esse hábito ainda existe em alguns países árabes e africanos.

Número 4: voltar a ser virgem

Você já ouviu falar em himenoplastia? Acredite se quiser, mas isso é uma operação que permite fazer a mulher voltar a ser virgem, pois consiste na reconstrução do hímen. Nos Estados Unidos, o procedimento estético é mais procurado até mesmo do que de prótese de silicone. No Brasil, tem adeptos a esse procedimento, mas, bem poucos, muitos médicos não veem a razão para fazer uma cirurgia que pode causar problemas durante o ato sexual. Existem relatos de que passa ser tão desconfortável, que toda vez que a mulher vai ter relações sexuais ela sente dor.

Para voltarem a ser virgem, elas desembolsam o equivalente a R$2500,00.

Número cinco: garotos também se preocupam

Muita gente discute sobre a primeira vez das meninas, mas, quase ninguém fala da perda de virgindade dos garotos e, muitos podem até duvidar, mas isso é uma preocupação que existe também para eles, afinal é quase impossível não pensar nisso.

Os garotos acabam descobrindo o beabá, na prática, e a maioria das preocupações costuma ser principalmente devido ao nervosismo. O jeito de colocar a camisinha pela primeira vez, o medo de ejacular rápido demais e, alguns garotos também reclamam da pressão de amigos e parentes para que percam a virgindade logo. Em muitos lugares ainda existe aquela velha tradição de levar o filho para perder a virgindade em um bordel. Será que alguém já parou para perguntar se eles realmente querem fazer isso? Nem todos querem viver essa vida, essa experiência assim, né!

Número 6: leilão da virgindade

Brasileira que leilou a virgindade

Acredite, isso já aconteceu, e adivinha em qual país? Aqui no Brasil. Natural de Santa Catarina, a jovem Catarina, trancou a faculdade de educação física para participar de um projeto de documentário idealizado pelo diretor australiano, Justin Sisely. Durante mais de um ano, o documentarista recrutou homens e mulheres virgens na Austrália, mas decidiu ampliar as buscas. A brasileira se candidatou e ganhou a vaga. Além dos 40 mil reais que recebeu na assinatura do contrato, todo o valor do maior lance vencedor ficaria com estudante. No final do leilão seis participantes disputaram a virgindade da brasileira que vive na Austrália. Em segundo lugar no leilão, ficou um americano, que ofereceu 740 mil dólares e, o lance mais alto foi de um japonês que ofereceu 780 mil dólares, o equivalente a mais de 1,5 milhão de reais.

Número 7: segredo para uma vida longa

Se você quer viver mais, então não faça sexo. Essa é a fórmula de uma senhora chamada Gleides Douck de 103 anos. Ela garante que o segredo da Longevidade está na virgindade. A idosa que mora no Reino Unido disse que também nunca fumou, nunca usou álcool ou outras drogas e também ressalta que se alimenta muito bem.

Gleides, diz que dedicou a sua vida ao mundo como sua irmã Edna, que morreu em 1996 aos 85 anos, às duas sempre foram abordados por homens, mas nunca aceitaram nenhum envolvimento, para ela, a abstinência sexual é um dos segredos da sua longa vida.

E você, acredita ser melhor viver muitos anos e não ter relações sexuais, ou viver menos e aproveitar os prazeres da vida?

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
PRÁTICAS SEXUAIS SUJAS

5 práticas sexuais SUJAS, mas que fazem bem à SAÚDE

Next Post
O que é orgasmo?

O que é orgasmo?

Related Posts